Como montar uma festa personalizada gastando pouco

O primeiro ano do bebê é, sem sombra de dúvidas, um dos grandes marcos da maternidade. Da dependência do RN aos primeiros passinhos, os 365 dias iniciais são repletos de novidades, de mudanças, de altos e baixos, de pequenas e grandes conquistas.

Nestes primeiros 365 dias de vida da Cecilia, não teve um dia sequer que não fui amparada pelas Mães de Maio, grupo constituído no pré-natal coletivo realizado ao longo da gestação. Mensalmente, nós, 12 mulheres com DPPs (data provável de parto) distribuídas pelo mês 5 do ano nos encontramos para monitorar as gestações e trocar experiências, um processo muito rico, promovido pelo grupo de parto domiciliar da Mamatoto Parteiras Urbanas.

A cada encontro, fomos estreitando uma relação que se tornou ainda mais sólida com o nascimento da primeira bebê, ainda no final de abril. Durante todo o mês, acompanhamos de perto e com muita emoção a chegada de cada um dos bebês do grupo.

mães

Neste primeiro ano, rimos, choramos, desabafamos, comemoramos, aprendemos… um arco-íris de empatia e cumplicidade se pintou nesse grupo, que fez total diferença no dia-a-dia de uma maternidade real, que nem sempre é colorida e adocicada como almejamos.

Para celebrar o primeiro ano dos bebês, nós mães resolvemos fazer uma comemoração coletiva para nossos pequenos. Após debatermos quais temas poderíamos fazer, chegamos à conclusão que os próprios bebês poderiam ser os protagonistas do tema.

Me candidatei a cuidar da decoração da festinha. Adoro organizar eventos e ver minhas ideias tomando forma. Quando batemos o martelo que os bebês seriam as estrelas da decoração, tratei de pesquisar referências e colocar a criatividade para trabalhar.

O resultado foi uma festa linda, original, cheia de significado e, o melhor de tudo, com um custo super baixo.

Confira a seguir alguns insights que podem te ajudar a organizar uma festa incrível gastando pouco.

Bolo dos adultos

O bom e velho bolo de chocolate de liquidificador foi o eleito para ser o palco dos toppers dos 12 bebês. Para garantir um bolo alto e bem recheado, assei duas receitas de bolo e preparei duas receitas de brigadeiro de colher para o recheio.

bolo_bebes

Assei as receitas numa forma com fundo removível, que utilizei para fazer a montagem do bolo final, deixei os bolos esfriarem e parti as massas ao meio. Forrei a forma com uma camada grande de plástico (usei aquele de freezer) e coloquei a primeira camada de bolo (iniciei usando a tampa do bolo, já que a montagem é feita de ponta cabeça ao resultado final).

Para manter as camadas molhadinhas e com a consistência adequada para o bolo ficar firme depois de recheado, preparei uma calda para regar cada uma delas. Após colocar a calda, joguei a receita inteira de brigadeiro de colher e cobri com outra camada de bolo.

Segui esse processo nas próximas 3 camadas, finalizando a última com a calda apenas. Deixei a forma coberta com o plástico por 24h na geladeira e só desenformei próximo à hora da festa começar.

Fiz uma cobertura de chocolate para forrar o bolo pronto e finalizei o acabamento com nibs de cacau, cujo amargor equilibra um pouco o excesso de doce do dueto chocolate + brigadeiro.

Quem disse que bebê não pode comer bolo?

Como açúcar é um item proibido para crianças com menos de 2 anos, fizemos um bolo especialmente para os bebês, sem nenhum tipo de adoçante artificial.

Utilizando as combinações corretas e produtos de boa qualidade, é possível chegar a um resultado delicioso e super saudável. Confira a seguir a receita desenvolvida pela Andrea Silva, da Terraria Orgânicos, feita apenas ingredientes orgânicos.

Spoiler: os pequenos (e nós mamães) aprovaram com unanimidade 😉

bolo_organico

Bolo Baby Friendly

Massa
3 ovos
3 bananas maduras
2 xícaras (chá) de farinha de aveia / flocos de aveia finos
3 colheres (sopa)de manteiga sem sal
1 colher (sopa) de fermento

Bater todos os ingredientes e assar em forma untada por 25 a 30 minutos.

Recheio
1 abacate maduro
2 colheres (sopa) de cacau em pó
8 tâmaras (deixe de molho por 4 horas)
Farofa de avelãs (torre no micro-ondas por 4 minutos e depois processe)

Bata as tâmaras no processador até obter um creme liso. Acrescente o abacate, o cacau,a farofa de avelãs e bata até obter uma mistura homogênea.

Cobertura
Derreta uma bara de 100g de chocolate 85%
Depois de derretido, acrecente 50 ml de creme de leite fresco e mexa até ficar homogêneo. Para obter um creme mais fluido, aumente a quantidade de creme de leite.

Decore com morangos orgânicos.

Decoração: papel, tesoura e uma ideia na cabeça

festa

A papelaria é o grande trunfo da decoração de festa caseira. Pequenos itens podem operar milagres e dar aquele toque ao seu evento com pouco investimento financeiro.

Para dar vida aos itens, utilizei basicamente papel (usei couché fosco 180g, comprado em papelaria), cola branca PVA, palito de dentes e tesoura.

Pensando em otimizar recursos, fiz no Photoshop o recorte de cada um dos rostinhos e apliquei todos num mesmo arquivo, para precisar gastar apenas uma impressão (que pode ser feita em casa mesmo ou em gráfica rápida). Se você não tem habilidade com os softwares gráficos, sem problemas: você pode revelar as fotos que quer utilizar num papel fotográfico fosco e recortar o shape do rostinho do bebê.

Como cada bebê tem sua personalidade, escolhi uma ilustração relacionada à característica de cada um para estampar os chapéus de festa e apliquei um pompom no topo de cada chapéu (que basicamente é um triangulo recortado) para dar um toque mais festivo. Uma alternativa neste caso seria comprar papeis coloridos / estampados, como aqueles usados para scrapbooking, vendidos em papelaria.

papelaria_festa

No caso da temática escolhida, a cronologia dos aniversários era um dos itens importantes a serem destacados. Por isso, ela apareceu em itens como a bandeirola da mesa e nos mini estandartes que serviram de toppers para os docinhos, ao lado dos rostinhos. Montei uma paleta arco-íris com 12 cores, para que cada bebê tivesse uma tonalidade para chamar de sua.

placas_bolo

Essas cores também foram utilizadas na cortina colocada atrás da mesa do bolo. Para fazê-la, colei os recortes em forma de coração com fita adesiva em uma fitinha de cetim. Além disso, aproveitei a paleta de cores para fazer alguns toppers de coração em feltro.

Complementei a decoração com itens que tinha em casa, como vasos, plaquinhas, bandejas e suportes. Comprei um maço de flores (gypsophila, vulgo mosquitinho) no supermercado para usar na mesa e nos vasinhos feitos de garrafinhas de vidro.

E foi isso! Com um pouquinho de criatividade e paciência para trabalhos manuais, é possível desenvolver coisas lindas e simples de fazer que darão um toque super diferenciado na sua festa.

Mãos à obra? ♥